7 sinais de comportamentos suicidas que você pode identificar

O dia 10 de setembro é marcado como o Dia Internacional da Prevenção do Suicídio. Além da data, todo os mês de setembro é utilizado como uma época de conscientização sobre o tema ao redor do mundo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos casos de suicídio podem ser evitados, e um dos principais meios de prevenção é o diálogo. Devido ao medo, preconceito e até desconhecimento sobre o assunto, o suicídio é um mal silencioso, em que, na maioria das vezes, a pessoa não deixa transparecer comportamentos com tendência suicida.

Claro que o ideal é buscar um profissional para o tratamento da pessoa que apresenta esses problemas, mas, como a resistência pela procura de auxílio é comum, a ajuda de quem convive com elas pode fazer a diferença.

E como você pode ser muito importante na vida de alguém que está passando por essa situação, saber identificar sinais é crucial na prevenção de um suicídio. Separamos 7 tipos de comportamentos que podem te ajudar a reconhecer se uma pessoa está com pensamentos suicidas, confira:

1 - Pensamentos

Pensamentos remoídos obsessivamente, sem esperança e concentração são um dos primeiros indícios, assim como enxergar a vida como algo sem sentido ou propósito;

2 - Humor

Alterações extremas no humor podem sinalizar emoções suicidas. Excesso de raiva, sentimento de vingança, ansiedade, irritabilidade e sentimentos intensos de culpa ou vergonha são sinais aos quais você deve ficar atento;

3 - Avisos

Frases como “a vida não vale a pena”, “estou tão sozinho que queria morrer” ou “você vai sentir a minha falta” estão diretamente ligadas a pensamentos sobre a morte. Se a pessoa se sente um fardo, busque ajuda;

4 - Melhora súbita

Geralmente a ideia de suicídio está ligada a um sentimento de que a pessoa está no fundo poço. A felicidade súbita pode ser um sinal de que a pessoa já aceitou a decisão de encerrar a própria vida. Caso você perceba uma melhora repentina, busque ajuda imediatamente;

5 - Desapego

Caso você perceba que a pessoa está começando a “fechar pontas soltas”, doar seus pertences e até visitar vários entes queridos, faça uma intervenção o mais rápido possível;

6 - Irresponsabilidade

Comportamentos irresponsáveis e perigosos, sem medir as consequências, como o uso excessivo de álcool e drogas, direção imprudente e sexo sem proteção são indícios de que a pessoa já não dá a importância devida a própria vida;

7 - Mudança na rotina

Todo mundo tem um lugar que gosta de frequentar em especial, então repare em mudanças extremas na rotina. Caso a pessoa pare de ir a locais que sempre gostou de visitar, tome uma medida o mais rápido possível. Abandonar atividades que lhe davam prazer é um grande sinal de alerta.

 

Se você identifica algum desses tipos de comportamento, busque ajuda imediatamente pelo telefone 141. Você pode conversar com algum voluntário, com respeito e anonimato sobre tudo o que for dito durante a chamada.

O apoio de um ente querido também é de muita ajuda. Converse, escute com paciência, sem julgamentos, sem expor nenhum sentimento que faça a pessoa se sentir culpada e envergonhada. Seja direto e pergunte se a pessoa está com pensamentos suicidas. Por meio da resposta você pode obter um forte indício para buscar assistência.

Diálogos salvam vidas.

Quer receber mais conteúdos sobre saúde? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo, com exclusividade:

Central de atendimento

32 3025.9100

32 9 8412.8815

Matriz

Av. Barão do Rio Branco, 3290

Alto dos Passos

Av. Barão do Rio Branco, 3408

São Mateus

Rua Dr. Dirceu de Andrade, 33 | Anexo HMTJ

Centro

Av. Barão do Rio Branco, 2281

MedMais

Av. Getúlio Vargas, 209

Ortoclin

Rua Prof Benjamin Colucci 50 - 4º andar

7 sinais de comportamentos suicidas que você pode identificar

O dia 10 de setembro é marcado como o Dia Internacional da Prevenção do Suicídio. Além da data, todo os mês de setembro é utilizado como uma época de conscientização sobre o tema ao redor do mundo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos casos de suicídio podem ser evitados, e um dos principais meios de prevenção é o diálogo. Devido ao medo, preconceito e até desconhecimento sobre o assunto, o suicídio é um mal silencioso, em que, na maioria das vezes, a pessoa não deixa transparecer comportamentos com tendência suicida.

Claro que o ideal é buscar um profissional para o tratamento da pessoa que apresenta esses problemas, mas, como a resistência pela procura de auxílio é comum, a ajuda de quem convive com elas pode fazer a diferença.

E como você pode ser muito importante na vida de alguém que está passando por essa situação, saber identificar sinais é crucial na prevenção de um suicídio. Separamos 7 tipos de comportamentos que podem te ajudar a reconhecer se uma pessoa está com pensamentos suicidas, confira:

1 - Pensamentos

Pensamentos remoídos obsessivamente, sem esperança e concentração são um dos primeiros indícios, assim como enxergar a vida como algo sem sentido ou propósito;

2 - Humor

Alterações extremas no humor podem sinalizar emoções suicidas. Excesso de raiva, sentimento de vingança, ansiedade, irritabilidade e sentimentos intensos de culpa ou vergonha são sinais aos quais você deve ficar atento;

3 - Avisos

Frases como “a vida não vale a pena”, “estou tão sozinho que queria morrer” ou “você vai sentir a minha falta” estão diretamente ligadas a pensamentos sobre a morte. Se a pessoa se sente um fardo, busque ajuda;

4 - Melhora súbita

Geralmente a ideia de suicídio está ligada a um sentimento de que a pessoa está no fundo poço. A felicidade súbita pode ser um sinal de que a pessoa já aceitou a decisão de encerrar a própria vida. Caso você perceba uma melhora repentina, busque ajuda imediatamente;

5 - Desapego

Caso você perceba que a pessoa está começando a “fechar pontas soltas”, doar seus pertences e até visitar vários entes queridos, faça uma intervenção o mais rápido possível;

6 - Irresponsabilidade

Comportamentos irresponsáveis e perigosos, sem medir as consequências, como o uso excessivo de álcool e drogas, direção imprudente e sexo sem proteção são indícios de que a pessoa já não dá a importância devida a própria vida;

7 - Mudança na rotina

Todo mundo tem um lugar que gosta de frequentar em especial, então repare em mudanças extremas na rotina. Caso a pessoa pare de ir a locais que sempre gostou de visitar, tome uma medida o mais rápido possível. Abandonar atividades que lhe davam prazer é um grande sinal de alerta.

 

Se você identifica algum desses tipos de comportamento, busque ajuda imediatamente pelo telefone 141. Você pode conversar com algum voluntário, com respeito e anonimato sobre tudo o que for dito durante a chamada.

O apoio de um ente querido também é de muita ajuda. Converse, escute com paciência, sem julgamentos, sem expor nenhum sentimento que faça a pessoa se sentir culpada e envergonhada. Seja direto e pergunte se a pessoa está com pensamentos suicidas. Por meio da resposta você pode obter um forte indício para buscar assistência.

Diálogos salvam vidas.

Quer receber mais conteúdos sobre saúde? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo, com exclusividade:

Central de atendimento

32 3025.9100

32 9 8412.8815

 

Matriz

Av. Barão do Rio Branco, 3290

Centro

Av. Barão do Rio Branco, 2281

Alto dos Passos

Av. Barão do Rio Branco, 3408

Ortoclin

Rua Prof Benjamin Colucci 50 - 4º andar

São Mateus

Rua Dr. Dirceu de Andrade, 33 | Anexo HMTJ

MedMais

Av. Getúlio Vargas, 209

7 sinais de comportamentos suicidas que você pode identificar

O dia 10 de setembro é marcado como o Dia Internacional da Prevenção do Suicídio. Além da data, todo os mês de setembro é utilizado como uma época de conscientização sobre o tema ao redor do mundo.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 90% dos casos de suicídio podem ser evitados, e um dos principais meios de prevenção é o diálogo. Devido ao medo, preconceito e até desconhecimento sobre o assunto, o suicídio é um mal silencioso, em que, na maioria das vezes, a pessoa não deixa transparecer comportamentos com tendência suicida.

Claro que o ideal é buscar um profissional para o tratamento da pessoa que apresenta esses problemas, mas, como a resistência pela procura de auxílio é comum, a ajuda de quem convive com elas pode fazer a diferença.

E como você pode ser muito importante na vida de alguém que está passando por essa situação, saber identificar sinais é crucial na prevenção de um suicídio. Separamos 7 tipos de comportamentos que podem te ajudar a reconhecer se uma pessoa está com pensamentos suicidas, confira:

1 - Pensamentos

Pensamentos remoídos obsessivamente, sem esperança e concentração são um dos primeiros indícios, assim como enxergar a vida como algo sem sentido ou propósito;

2 - Humor

Alterações extremas no humor podem sinalizar emoções suicidas. Excesso de raiva, sentimento de vingança, ansiedade, irritabilidade e sentimentos intensos de culpa ou vergonha são sinais aos quais você deve ficar atento;

3 - Avisos

Frases como “a vida não vale a pena”, “estou tão sozinho que queria morrer” ou “você vai sentir a minha falta” estão diretamente ligadas a pensamentos sobre a morte. Se a pessoa se sente um fardo, busque ajuda;

4 - Melhora súbita

Geralmente a ideia de suicídio está ligada a um sentimento de que a pessoa está no fundo poço. A felicidade súbita pode ser um sinal de que a pessoa já aceitou a decisão de encerrar a própria vida. Caso você perceba uma melhora repentina, busque ajuda imediatamente;

5 - Desapego

Caso você perceba que a pessoa está começando a “fechar pontas soltas”, doar seus pertences e até visitar vários entes queridos, faça uma intervenção o mais rápido possível;

6 - Irresponsabilidade

Comportamentos irresponsáveis e perigosos, sem medir as consequências, como o uso excessivo de álcool e drogas, direção imprudente e sexo sem proteção são indícios de que a pessoa já não dá a importância devida a própria vida;

7 - Mudança na rotina

Todo mundo tem um lugar que gosta de frequentar em especial, então repare em mudanças extremas na rotina. Caso a pessoa pare de ir a locais que sempre gostou de visitar, tome uma medida o mais rápido possível. Abandonar atividades que lhe davam prazer é um grande sinal de alerta.

 

Se você identifica algum desses tipos de comportamento, busque ajuda imediatamente pelo telefone 141. Você pode conversar com algum voluntário, com respeito e anonimato sobre tudo o que for dito durante a chamada.

O apoio de um ente querido também é de muita ajuda. Converse, escute com paciência, sem julgamentos, sem expor nenhum sentimento que faça a pessoa se sentir culpada e envergonhada. Seja direto e pergunte se a pessoa está com pensamentos suicidas. Por meio da resposta você pode obter um forte indício para buscar assistência.

Diálogos salvam vidas.

Quer receber mais conteúdos sobre saúde? Assine a nossa newsletter e fique por dentro de tudo, com exclusividade:

Central de atendimento

32 3025.9100

32 9 8412.8815

Matriz

Av. Barão do Rio Branco, 3290

Alto dos Passos

Av. Barão do Rio Branco, 3408

São Mateus

Rua Dr. Dirceu de Andrade, 33 | Anexo HMTJ

Centro

Av. Barão do Rio Branco, 2281

Ortoclin

Rua Prof Benjamin Colucci 50 - 4º andar

MedMais

Av. Getúlio Vargas, 209

32 3025.9100

32 9 8412.8815

7 sinais de comportamentos suicidas que você pode identificar

Central de atendimento

Matriz

Av. Barão do Rio Branco, 3290

Alto dos Passos

Av. Barão do Rio Branco, 3408

São Mateus

Rua Dr. Dirceu de Andrade, 33 | Anexo HMTJ

Centro

Av. Barão do Rio Branco, 2281

Ortoclin

Rua Prof Benjamin Colucci 50 - 4º andar

MedMais

Av. Getúlio Vargas, 209

7 sinais de comportamentos suicidas que você pode identificar

Central de atendimento

32 3025.9100

32 9 8412.8815

Matriz

Av. Barão do Rio Branco,3290

Alto dos Passos

Avenida Barão do Rio Branco, 3408

São Mateus

Rua Dr. Dirceu de Andrade, 33

Centro

Av. Barão do Rio Branco, 2281

Medmais

Av. Getúlio Vargas, 209

Ortoclin

Rua Prof Benjamin Colucci 50

4º andar